domingo, 25 de julho de 2010

Quando eu não dou bola...

Hoje foi outro dia de um calor inimaginável. Suei o dia inteiro, mesmo com o ar ligado no máximo dos máximos, pouca roupa, pouco movimento e persianas fechadas. Fiquei por casa trabalhando, porque claro que eu não ia me aventurar a sair num calor desses. Claro. Aí lá pelas quatro da tarde eu fui na cozinha pegar água e notei que tava meio nublado. Voltei pro quarto e abri a persiana pra deixar entrar um pouco de luz, já que o sol tinha diminuído, e aí tcharans!, lá estava uma baita nuvona preta bem na minha frente. Nem deu tempo de pensar a respeito: na mesma hora deu uma pancada de vento daquelas e desandou água. Corri na cozinha e no banheiro pra fechar as janelas e fiquei "assistindo" a chuva da janela do quarto. Dessa vez era um temporal mais do jeito que eu tou acostumada: chuva forte, vento e uns raios esparsos. Nem fiquei com muito medo. Durou uns quinze, vinte minutos eu acho, depois já abriu um solzinho de novo e assim ficou até anoitecer. Algumas fotos pra vocês verem:

Chuvarada na janela

A rua encharcada

Como depois da chuva refrescou um pouco, resolvi passar umas roupas e dar uma reorganizada no quarto e no meu microcloset. A foto abaixo é pra vocês, minhas amigas telespectadoras brasileiras, morrerem de inveja das tábuas de passar que tem por aqui:

Se tem dessas no Brasil, eu nunca vi


Lá pelas tantas eu tive a impressão de que o calor tava aumentando de novo, mas achei que era porque eu tava me mexendo pra cá e pra lá. A Azadeh chegou em casa e não acreditou no calor que tava aqui dentro. Aí ligou pros caras da manutenção e eles disseram que muitos prédios aqui do Graduate Hills estavam sem luz por conta do temporal e que o problema no ar podia ser em decorrência do temporal também. Fui olhar na internet e, descontado o alarmismo que impera por essas plagas, parece que foi mesmo um dos temporais "mais violentos e destruidores dos últimos anos" na região de D.C.: 400 mil casas sem luz, uma morte (aqui em College Park mesmo), casas destruídas por queda de árvores, incêndios e sabe-se lá o que mais. E eu tranqüilona em casa achando que nem era tudo isso, vejam vocês. Mas pelo menos o calor diminuiu, não tem mais alerta de calor excessivo e parece que as tempestades já se foram também. Menos mal.

3 comentários:

Anônimo disse...

É foi um temporal considerável...
A tábua de passar é legal, mas o ferro é um espelho!

Ana Paula disse...

E os esquilos, sofreram baixas?

Leo disse...

O ferro é um Black&Decker muito parecido com um que a mãe tinha antigamente. Quanto aos esquilos, pode ser coincidência, mas hoje não vi nenhum!