quarta-feira, 28 de julho de 2010

Where's the fire?

Faz pouco tempo que eu tou aqui, mas já deu pra entender a motivação por trás dessa expressão, que é o equivalente deles pra "vai tirar o pai da forca?". Caminhões de bombeiro aqui fazem MUITO escândalo: além de ter uma sirene igual às dos caminhões de bombeiro do Brasil, eles buzinam horrores e tem um milhão de luzes multicoloridas que ficam piscando de um jeito tão irritante que deve causar convulsões se alguém se atrever a olhar muito tempo. E não é só caminhão de bombeiro não, os carros da polícia também têm muito mais luzes do que os nossos. Essa foto eu bati da minha janela na segunda à noite:

Parece que tem cinco carros, mas é só um

Não sei o que é que a polícia tava fazendo aqui, mas não deve ter sido nenhuma ocorrência. Acho que tavam era multando algum carro estacionado em lugar proibido.

Ainda no quesito "curiosidades sobre os Estados Unidos", aqui todas as fechaduras trancam pra direita e destrancam pra esquerda. E as chaves entram de ponta-cabeça na fechadura. Eu SEMPRE me confundo! Pelo menos a porta do apartamento abre pra dentro e a porta do prédio, que abre pra fora, não tem tranca, senão ia ser um deus-nos-acuda.

Eu também pude notar recentemente que o estereótipo do gordinho branquelo nerd e do fulaninho metido a besta que joga no time de qualquer coisa da universidade, que a gente vê nos filmes, realmente existe. Só de olhar a gente reconhece a que "gangue" o indivíduo pertence. Se abrir a boca então é fatal. Concluí isso nas minhas incursões pelo Stamp, obviamente, porque no departamento de lingüística todo mundo é nerd mas não vi nenhum gordinho branquelo (só branquelos, eu inclusive) e obviamente ninguém joga porcaria nenhuma.

Outra coisa bacana é que o campus vive cheio de turistas. A universidade é um ponto turístico da região e tem guias preparados pra levar as pessoas pelos pontos importantes e explicar tudo sobre os prédios e etc. Acho que o pessoal que vai pra D.C. acaba vindo conhecer a universidade, o que é muito legal. Há de chegar o dia em que as universidades no Brasil vão virar ponto turístico.

No quesito "agruras da vida doméstica", eu tenho em casa um açúcar que não adoça (435g e não vai durar nem 3 semanas, e isso que eu tou usando só pra adoçar o café) e um sal que salga demais. É daqueles mais grossinhos, bem bonito e bem bom, mas pra quem tava acostumada com o sal light da Cisne, tou errando a mão sempre. O mix de pimentas com moedor daqui também é bem mais forte que o que eu tinha no Brasil. Por outro lado, queijo provolone aqui é mais barato que mussarela, e existe provolone não-defumado. O iogurte obviamente é mais gostoso que no Brasil. Sério, não é neura minha de achar que só no Brasil o iogurte não é bom. Comprei o Light & Fit da Dannon (aqui se escreve assim) e ele é bem melhor do que a versão brasileira. Ah, e a Azadeh tem uma faca da Tramontina. Falei pra ela que é feita no Brasil, no meu Rio Grande do Sul céu sol sul terra e cor, e ela ficou tri emocionada hehehehe.

Meu dia hoje foi bem bom: consegui montar as 432 sentenças do meu paradigma de coordenação (uma trabalheira desgraçada pra ter um exemplo de cada coisa que eu queria testar), peguei julgamentos do inglês sobre várias coisas com o pessoal do departamento, forneci dados do português brasileiro pra um colega do laboratório E (momento máximo e supremo que só será superado quando eu enxergar o Chomsky) vi o Lasnik!!! Sim, O Lasnik!!! O vice-pai da gerativa, O cara! Tava lá no escritório dele e eu passei na frente. Nem tive coragem de entrar e me apresentar, mas ai, que emoção mesmo assim!!

Notícia esquilística do dia: pela primeira vez vi um esquilo deitadinho. Achei que eles fossem incapazes de parar quietos (sério, eles são uns bichos muito agitados). Mas lá tava o bichinho, bem deitadinho no murinho na frente do Marie Mount. Pena que hoje eu não levei a câmera.

4 comentários:

Anônimo disse...

Tem certeza que é um só??? Parece dois...
Imaginei que tivesse esse tipo de carinha mesmo! Principalmente os dois extremos...
Poxa amore tem que andar com a camera a tira colo :(

Nelci disse...

Quando tu tiver pegando o jeito com os ingredientes, vai ser hora de voltar..... faca da Tramontina é??? Que tale....

Clark disse...

Como uma mãe típica, Nelci dá todo o apoio!

Ana Paula disse...

Em algum momento estes fulanos precisam descansar. Provavelmente ele estava no bom do sono.